13 dezembro 2017

Natal

Natal é festa dos "Crentes"
é símbolo de amor
Que um dia nasceu em Belém
O Messias Salvador...
Aquele Menino tão doce
que tão pobre quis nascer
num dia frio e gelado
para a todos acolher...
Vinde todos a Belém
àquele Menino tão belo
nasceu num dia tão frio
de gelo e carambelo...
Vinde todos Adorá-lo
cada um por sua vez
Adorai-o em silêncio
Adorai a todos três...
S. José é seu Pai
um humilde Carpinteiro
a Virgem Maria, a Mãe
do Filho Deus Verdadeiro!!!

01 dezembro 2017

Ousadia minha

Mas que ousadia escrever
fantasia e imaginação
já me dói a mão fechada
e já me falta emoção...
Palavras soltas ao vento
frases a entrelaçar
poemas que cruzam ao relento
e romantismo no ar...
Quisera eu que assim fosse
o tempo atrás voltasse
alegria de outrora
por ventura repassasse...

Já fui flor, já fui botão
já fui rosa, que floria
em mim havia magia
que vibrava no coração...
Sou poema, verso e rima
de sensível construção
sou verso e inverso
que por vezes perco o chão...
Sou felicidade que cresce
mas num triz desaparece
fica apenas a tristeza
que me banha o coração...
Sou liberdade em pensamento
que voa na ilusão
como outrora fui princesa
em palácio, de imaginação!!!

28 novembro 2017

encontro com Jesus

Encontrei-me com Jesus
Nunca vi nada mais lindo 
as minhas dores lhe entreguei 
e também o meu destino.
Pegou na minha mão
beijou-a como garantia
jamais se ia esquecer
de que eu lhes pertencia...
Agradeci de mansinho
com temor de o perder
segredou-me ao ouvido
quero teu amor a valer!..
Esta feliz coincidência
agarrei-a de coração
é o meu maior tesouro
não quero perdê-lo não!...
Diz-me Senhor, meu Rei
o que mais hei-de fazer
para além da oração
e de te bem-querer,
amar o próximo, como a ti mesmo
em prol de bem fazer,
se semeares amor
também o haverás de colher!...
Não digas nada meu Pai
a tua resposta já sei,
vive dentro de mim
com amor a guardarei.

14 novembro 2017

Trpeços do destino

Tropeços do destino
como eu queria apagar
são tantas as lembranças
que à memória vêm dar,
umas boas, outras más
algumas queria guardar
aquelas mais negativas
eu quereria fechar!!
Seria bem mais interessante
as mais belas recordar
guardá-las numa caixinha
com fitinhas embrulhar!!
Hoje, melâncólica
tristonha, sentimental,
vem um sem fim de flagelos
a minha alma assaltar...
Dou voltas e mais voltas
começo então a pensar,
será a velhice que chega
e se quer instalar???
Não posso crer!!
Ainda me sinto criança
tenho vontade de viver
e partir pra ignorância...
Com a felicidade eu sonho
vejo-a atravez do postigo
porque sempre me some
e tão pouco fala comigo!
Aparece desaparece
a solidão me persegue
eu tento-me livrar
mas nem sei onde se mete.
Pois é, luto comigo mesmo
sempre penso ser mais forte
Oh Deus ficai comigo
até à hora da morte!!

07 novembro 2017

Silêncio

Porquê este bloqueio
porquê este anseio,
porque me deténs
daquilo que não vês,
porque me utilizas
pelos teus quês...
Deixa-me navegar
deixa-me ir mais além,
não me cortes asas
não me avexes porém!
Cansei de esperar
fazes-me tanta falta
como ar pra respirar!!
Diz-me que posso
não me exiles mais,
já esperei tanto
já sofri demais...
Ó mente cansada
ó alma lavada
ó solidão agreste
baralhas-me e torturas-me
sempre que te apetece!!
Deixa-me fantasiar
daquele lindo sonho
que só tu me sabes dar...
Deixa o coração partir
já chega de silêncio
não o vais impedir,
navego sem mar
marejo sem veleiro,
quando chego ao cais
embarco que nem marinheiro!!






24 outubro 2017

Caros amigos e amigas


Depois deste tempo de ausência
Perdoem-me por não divulgar,
Há momentos de pausa
Sentimos que temos que parar
A vida pede sossego,
O coração está dolorido,
A mente precisa relaxar,
A família está carente
Temos que mais atenção dar.
Beijinhos…eu vou voltar!!

Aguardem-me!

23 outubro 2017

inferno em vida

Vinde Pai, vinde Mãe,
vossos filhos socorrer
o país está em dor
tanta gentinha a sofrer!!
Há gritos de arrepiar
há corpos carbonizados
há cenários de horror
e há terror amedrontar...
Há famílias desfeitas
que ficaram sem lar
outras tudo perderam
sem ningém para amar...
Vinde do Céu à terra
com ânimo confortar
um pais desolado
enviai bençãos de amor
chuva pra terra regar..
Para os que te imploram 
nao importa quem são
ó Jesus que sois amor
vinde por gratidão.
Não olheis o ser humano
não rejeites o desvalido
jamais deixeis em solidão
aqueles que tudo sofreram
tantos outros em agonia
no meio das chamas arderam...
Ao Santíssimo Sacranmento
vos suplico com fervor
dai ânimo aos que tudo perderam
dai-lhes força pra recomeçar
mostrai-lhes nova esperança
vinde corações consolar!!